An omni-channel approach not only benefits consumers but also benefits business bottom line: Research suggests that customers spend more than double when purchasing through an omni-channel retailer as opposed to a single-channel retailer, and are often more loyal. This could be due to the ease of purchase and the wider availability of products.[24]

Establishment of customer exclusivity: A list of customers and customer's details should be kept on a database for follow up and selected customers can be sent selected offers and promotions of deals related to the customer's previous buyer behaviour. This is effective in digital marketing as it allows organisations to build up loyalty over email.[22]


O GPRs electrónico (e-GPRs) ou iGRPs (“i” de interactivo), consiste em estimar o número de utilizadores únicos[4][5] (diferente de visitas: número de visitantes que acede a um website num determinado período de tempo, a partir de uma morada IP única; se um utilizador visitar o mesmo site duas vezes no mesmo período, apenas é considerado um visitante) que serão alcançados através de qualquer canal online e correlacioná-lo com o número de impressões. O que cria uma relação (e-GPRs) que pode ser comparada com o GPRs tradicional, o que vai permitir que o Return on investment (ROI) da campanha de b-Marketing possa ser optimizado.
Visitor Relationship Management é a arte de extrair valor da informação dos visitantes, o CRM (Customer Relationship Management) é baseado na recolha do máximo de informações disponíveis sobre o cliente (como é óbvio identificá-lo), não só para adaptar os produtos e serviços a ele mas para produzir o que ele quer comprar, VRM pretende complementar as informações com o CRM fornece dados agregados de visitantes, cuja identidade nunca será conhecido. Ao capitalizar esses dados como informações de segmentação comportamental, permite-nos determinar o seu interesse nos produtos oferecendo-lhes a informação na forma como o quer que seja entregue via web, aumentando nossas vendas online. Talvez o caso mais famoso de um exemplo de VRM é a funcionalidade da AMAZON que permite recomendar livros, através do perfil de navegação (além do registo de compras.

Umas das coisas que aprendi com esse cara, é a lucratividade que esse tipo de trabalho pode e vai te proporcionar. Ou seja, você não vai precisar gastar tempo e nem dinheiro montando uma área de membros para seus alunos (esse trabalho é do produtor), não vai precisar se preocupar com a logística de entrega de mercadorias (no caso de produtos físicos)  e o melhor, você pode ganhar até 99% de comissão sobre o valor do produto.
Una guía completísima y útil Frank. El asunto “publicidad frente a afiliación” es bastante interesante, sobre todo porque la publi convencional en Internet parece que ha tocado casi fondo. De hecho hasta el New York Times se interesa ahora por los enlaces de afiliados como via de diversificar ingresos y ha comprado una web que se dedica precisamente a eso, a revisar productos y obtener comisiones de Amazon, como modelo de negocio.
×