Um sistema CRM é um importante componente electrónico que tem originado que vários autores se refiram ao E-CRM, no entanto, nos últimos 10 anos desde os primeiros CRM adaptados por empresas pioneiras, as actividades online geraram uma revolução no mundo empresarial, somente comparável à revolução industrial do século XIX. Portanto é necessária uma focalização no “e” do e-CRM: cada vez mais os dados têm proveniência nos canais digitais, o que cada vez tem mais importância no marketing estratégico das empresas.
Além de poder divulgar diretamente em seu perfil produtos ou serviços que você oferece, também existem aplicativos que podem instalar uma loja dentro de seu perfil e programas de afiliados que postarão anúncios em sua página, sendo que você será remunerado quando alguém clicar nestes anúncios e poderá ganhar ainda mais caso efetuem alguma compra após ter realizado esse clique.
E-mail é um dos serviços de Internet mais utilizados actualmente. A primeira coisa que 83,7% dos usuários de Internet fazem é verificar suas contas de e-mail. Nas empresas o e-mail, é hoje em dia essencial para a sua comunicação, e a sua principal funcionalidade, é ser uma das ferramentas mais poderosas de todos os tempos, sendo simples, barata e eficaz. Não faltam casos de sucesso, no entanto podemos referir o da Universidade de Nova Iorque que a partir de 2001 passou a comercializar os seus trabalhos via e-mail, passando a poupar $ 300 000 dólares por ano, aumentou as receitas em 15% e reduziu a utilização dos recursos internos em 80%.
Se um determinado programa de afiliados está rendendo uma boa grana, isso não significa que você não pode testar outras ofertas. Na realidade, testar é importantíssimo em tudo o que tenha a ver com marketing digital; e o marketing de afiliados não é diferente. Procure escolher entre três e quatro programas de afiliados para promover, fazendo sempre testes de conversão com cada um deles.

Se você está começando ou já trabalha com marketing de afiliados, é importante entender que existe um conjunto de regras e estratégias que normalmente chamamos de boas práticas. Entender esse mercado é fundamental para ter sucesso trabalhando com ele. Independentemente de você ter sites e blogs ou preferir trabalhar com divulgação de programas de afiliados, entender as boas práticas vai fazer com que você evite erros desnecessários.

O GPRs electrónico (e-GPRs) ou iGRPs (“i” de interactivo), consiste em estimar o número de utilizadores únicos[4][5] (diferente de visitas: número de visitantes que acede a um website num determinado período de tempo, a partir de uma morada IP única; se um utilizador visitar o mesmo site duas vezes no mesmo período, apenas é considerado um visitante) que serão alcançados através de qualquer canal online e correlacioná-lo com o número de impressões. O que cria uma relação (e-GPRs) que pode ser comparada com o GPRs tradicional, o que vai permitir que o Return on investment (ROI) da campanha de b-Marketing possa ser optimizado.
É um tipo de marketing em que a empresa (publicitária) recompensa (pode ser financeiramente) o afiliado (editor) por canalizar potencias clientes através de links para o seu website. Estes hyperlinks podem ter dois objectivos diferentes: vendas directas; ou simplesmente redireccionar potenciais utilizadores interessados para o website da empresa (publicitária).

Marketing de afiliados é uma forma de você gerar rendimento através de um trabalho de partilha, recomendação e promoção de produtos ou serviços de outras pessoas ou empresas. Basicamente, quando você ajuda uma outra empresa a conseguir vender um produto, recebe uma comissão por esse trabalho. Existem várias formas de comissionamento, mas o conceito é semelhante em todas elas, ou seja, você promove algo em troca de uma fatia do valor dessa venda gerada.
×